A HISTÓRIA DA REDENÇÃO Sete FESTAS DE ISRAEL

A HISTÓRIA DA REDENÇÃO

CONTADA PELAS Sete FESTAS DE ISRAEL  

    

O livro Bíblico de Levítico Capítulo 23 esboça de maneira sucinta e cronológica as sete festas solenes instituídas por Deus.

Cada festa com seu significado soma a outra para contar de forma Universal e profética o plano de Deus para salvar o ser humano.
Dessa forma, além de um significado contextual para o povo que a celebrava no Antigo Testamento,

elas passam a assumir um significado mais abrangente na história tipificando alguns aspectos do Plano de Salvação de Jesus.
Sem detalhar as festas no seu plano histórico, vamos planificar seus cumprimentos proféticos no amplo contexto da história da salvação.

As primeiras quatro festas estão relacionadas com a primeira vinda de Cristo, e as três últimas com a segunda vinda de Cristo.


São elas:

Páscoa

Pães Asmos

Primícias

Pentecostes

Trombetas

Dia da Expiação

Tabernáculos

 

(Para fácil memorização, note que as quatro primeiras começam com a letra “P”, e duas das três últimas começam com a letra “T”).

(Não devemos esquecer que os Israelitas contavam Tarde e manhã de um Dia e seu ponto de referencia não era às 12 horas e 24 horas, mas, às 6 horas e as 18 horas).ABELA

Como em Atos 2:15 Onde Pedro diz ser a terceira hora do dia (para nos nove horas da manhã.).

ÊXODO 12

 

CONTINUA….>>>

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *